PROFª. MARLI DIAS DE SOUZA PINTO    
Apresentação


Disciplina CIN5008
Plano de Ensino
Atividades

Disciplina CIN5100
Plano de Ensino
Atividades
 

Disciplina CIN5426
Plano de Ensino
Atividades

 

Disciplina CIN5427
Plano de Ensino
Atividades


Material de Apoio




 

Plano de Ensino CIN5426-2008.1

Disseminação da Informação

Curso de Biblioteconomia - 8ª Fase

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 

PLANO DE ENSINO  SEMESTRE 2008.1

 

1 IDENTIFICAÇÃO

Disciplina........:  CIN5426 – Disseminação da Informação

Oferta..............:  8ª fase do Curso de Biblioteconomia

Carga Horária..:   54 horas/aula

Professora.......:  Marli Dias de Souza Pinto

e-mail..............:  marli@marlidias.pro.br

EMENTA: Organismos de Disseminação da Informação. O processo de disseminação: serviços  e produtos, Reprografia.

 

2 OBJETIVOS

2.1  Geral: Avaliar a disseminação como atividade fim dos  organismos de informação

2.2  Específicos:

2.2.1 Contextualizar a disseminação da informação segundo a origem, concepções princípios e características

2.2.2 Definir os componentes do processo de disseminação da informação

2.2.3 Comparar os serviços e produtos de disseminação;2.2.4 Descrever os principais organismos de disseminação da informação  segundo os tipos de serviços prestados e  áreas do conhecimento cobertas.

3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

3.1 Contextualização temática: origem, conceito,  principais características e objetivos

3.2 Processo de disseminação da

informação

3.2.1 Padrões de comunicação utilizados pelos diferentes tipos de usuários

a) Canais formais;

b) Canais informais;

c) Obstáculos à transferência da

Informação.

3.3 Serviços e produtos

3.3.1 Disseminação estática

a) Atendimento ao usuário;

b) Acesso do documento;

 

c) Empréstimo;

d) Circulação;

e) Comutação bibliográfica;

f) Reprografia;

g) Serviços de tradução;

3.3.2 Disseminação Ativa

a) Disseminação Seletiva da Informação;

b) Serviços de pergunta e resposta;

c) Serviços de análise da informação.

3.5 –  3.4 Organismos de disseminação da informação 

a) Redes e sistemas internacionais;

b) Redes e sistemas nacionais;

c) Livrarias e editoras;

d) Bibliotecas e centros de documentação.

4 BIBLIOGRAFIA

Básica

 

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de Mediação da Informação: ampliando o conceito de disseminação. In: VII Encuentro de Educadores e Investigadores en Bibliotecologia, 2006.

AMARAL, S. A. Tomada de decisão gerencial sobre a oferta de produtos e serviços das bibliotecas de Brasília na Web. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB),6., 2005, Florianópolis. Anais. Florianópolis: UFSC/ANCIB, 2005. http://www.eci.ufmg.br/cendon/disciplinas/diss/amaral - decisao gerencial.pdf

ARELLANO, Miguel. Serviços de referência virtual. Ciência da Informação. Brasília, v.30, n.2, maio/ago. 2001. Disponível em:< http://www.ibict.br/cienciadainformacao>.

BARROS, M.H.C. Disseminação da informação: entre a teoria e a prática. Marília: s.n., 2003.

BRASCHER, Marisa; OLIVEIRA, A. K. S. de. Organização de conteúdos do serviço brasileiro de respostas técnicas – SBRT. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB),6., 2005, Florianópolis. Anais. Florianópolis: UFSC/ANCIB, 2005. http://www.eci.ufmg.br/cendon/disciplinas/diss/brascher%20-%20oliveira%20-%20sbrt.pdf 

BARROS, M.H.C. Disseminação da informação: entre a teoria e a prática. Marília: s.n., 2003.

CARVALHO, Kátia de; SCHWARZELMULLER, Anna Friedeicke. O ideal de disseminar; novas perspectivas, outras percepções. Bahia: editora da Universidade Federal da Bahia. 2006. p. 10-27

GROGAN, D. A prática do serviço de referência. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

GUINCHAT, C.; MENOU, M. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. Brasília: IBICT, 1994.

MONDSCHEIN, L. G. SDI: use and productivity in the corporate research environment. Special Libraries Association, v. 81, n. 4, p. 265-279, 1990. http://www.eci.ufmg.br/cendon/disciplinas/diss/mondschein2 - sdi.pdf

RADOS, Gregório J. Varvakis; VALERIM, Patrícia; Blattman, Úrsula. Valor agregado a serviços e produtos de informação.  Disponível em http://www.ced.ufsc.br/~ursula/papers/valor.html.

SAMPAIO, Maria Imaculada Cardoso Sampaio et al. PAQ – Programa de avaliação da qualidade de produtos e serviços de informação: uma experiência no SIBi/USP. Ciência da Informação, Brasília, v.33, n.1, p. 142-148, jan./abr. 2004. http://www.eci.ufmg.br/cendon/disciplinas/diss/sampaio%20et%20al%20-%20paq.pdf

SOUTO, Leonardo Fernandes. Disseminação Seletiva de Informações: discussão de modelos eletrônicos. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, VI, 28 a 30 de novembro de 2005, Florianópolis. Anais. Florianópolis : UFSC, 2006.

http://www.encontros-bibli.ufsc.br/bibesp/esp_03/5_GT3_souto.pdf

MARCONDES, C.; MENDONÇA, M.; CARVALHO, S. Serviços via web em bibliotecas universitárias brasileiras. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB),6., 2005, Florianópolis. Anais. Florianópolis: UFSC/ANCIB, 2005. Disponível em http://www.eci.ufmg.br/cendon/disciplinas/diss/marcondes-carvalho - serv web.pdf

NOCETTI, Milton A. Disseminação seletiva da informação: teoria e prática. Brasília: ABDF, 1980.

  

Complementar

 

ALENCAR, M. de C. F.. Serviço de referência: atitudes reveladas. Transinformação, Campinas, v.8, n.2, p.65-82, maio-ago.1996.

BARRETO, A . Os destinos da Ciência da Informação: entre o cristal e a chama. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v.9, n.2, p.371-382, jul./dez.1999.

BARRETO, A. O rumor do conhecimento. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v.12, n.4, p.69-77, 1999.

BRANKSI, R.M. Recuperação de informações na Web. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.9, n.1, , p.70-87, jan./jul.2004.

BRITO, M. Internet: desafios e avanços no setor da informação. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v.21, n.1, p.1131-142, jan./jun.1997.        

FERREIRA, D.A.A. Tecnologia: fator determinante no advento da sociedade da informação? Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.8, n.1, p.4-11, jan./jun.2003.

FREIRE, G.H.A. O hipertexto como instrumento de informação em redes de comunicação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.8, n.especial, p.124-133, jul./dez.2003.

FREIRE, I.M. A utopia planetária de Pierre Lévy: uma leitura hipertextual da inteligência coletiva. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.10, n.2, p.132-139, jul./dez.2005.

GRACIOSO, Produção e disseminação da informação estatística brasileira: uma análise qualitativa. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.9, n.1, 2004.
LANCASTER, F.W. Avaliação de serviços de bibliotecas. Brasília: Briquet de Lemos, 1996.

LEVY, P. O que é virtual? São Paulo: Editora 34, 1996. p.35-50: A virtualização do texto.

MACEDO, N.D.; MODESTO, F. Equivalências: do serviço de referência convencional a novos ambientes de redes digitais em bibliotecas. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v.1, n.1, p.38-54, 1999.

MACEDO, T. M. B. Redes informais nas organizações: a co-gestão do conhecimento.  Ciência da Informação, Brasília, v.28, n.1 , 1999.

MARCONDES, C.H. Documentos digitais e novas formas de cooperação entre sistemas de informação em c&t. Ciência da Informação, Brasília, v.31, n.3, 2002.

MARTINEZ, A.M.E. A evolução das redes eletrônicas de comunicação e o uso estratégico da Intranet por unidades de informação.  Informação & Informação, Londrina, v.5, n.2, p.93-102, jul./dez.2002.

MOREIRA, M.P.; REIS, A.S. Centrais de atendimento: uma alternativa de acesso e disseminação da informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.5, n.1, p.55-68, jan./jun.2000.

MOREIRA, W. Os colégios virtuais e a nova configuração da comunicação científica. Ciência da Informação, v.34, n.1, p.57-63, jan./abr.2006.

MUELLER, S.P.M. A comunicação científica e o movimento de acesso livre ao conhecimento. Ciência da Informação, v.35, n.1, p.27-38, maio/ago.2006.

PEREIRA, M. N. F. Bibliotecas virtuais: realidade, possibilidade ou alvo de sonho. Ciência da Informação, Brasília, v.24, n.1, 1995.

PINTO, V.B. Informação: a chave para a qualidade total. Ciência da Informação, Brasília, v.22, n.2, p.133-137, maio-ago.1993.

RASCHE. As bibliotecas públicas e seus serviços. In: CUNHA, M.V.; SOUZA, F.C. Comunicação, gestão e profissão.  São Paulo: Autêntica, p.127-140.

REZENDE, A  M. G. Hipertexto: tramas e trilhas de um conceito contemporâneo. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.10, n.2, p.13-33, 2000

ROCHA, E.C.; GOMES, S.H.  A. Gestão da qualidade em unidades de informação Ciência da Informação, Brasília, v.22, n.2, p.142-152, maio-ago.1993.

SANT’ANNA, A R. O livro, a leitura e a biblioteca na virada do século.

Disponível em: http://www.unb.br/fa/cid/rbb/pal1.htm Acesso em: 1 jul.1999.

SUTTER, E. Comunicação ou animação da informação. Documentaliste-Sciences de l’Information, Paris, v.34, n.2, p.67-73, mars/avr.1997. Trad. de Miriam Vieira da Cunha adaptada para fins didáticos.

TARGINO, M.G. Comunicação científica: uma revisão de seus elementos básicos. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.10, n.2, p.37-85, 2000.

TOMAEL, M.I.; VALENTIM, M. (Orgs.). Avaliação de fontes de informação na Internet. Londrina: Eduel, 2004.

TOMAEL, M.I.; ZANINELLI, N.J. Qualidade como fator de motivação no atendimento de referência. Informação & Informação, Londrina, v.0, n.0, 47-54, jul./dez.1995.

TOMAEL, M.I. Redes de informação: o ponto de contato dos serviços e unidades de informação no Brasil. Informação & Informação, Londrina, v.10, n.1/2, jan./dez.2005

TORRES, E.M.; MAZZONI, A.A.; ALVES, J.B.M. A acessibilidade da informação no espaço digital. Ciência da Informação, Brasília, v.31, n.3, p.83-91, set./dez.2002.

VALENTIM, M. (Org). O profissional da informação: formação, perfil e atuação profissional. São Paulo: Polis 2000.

VILARINO, E.G. Surgimento, implantação e gestão de bibliotecas virtuais: uma revisão de literatura. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.8, n.1, p.12-27, jan./jun.2003.

 

5 - METODOLOGIA:

- Aulas expositivas dialogadas. Prática em laboratório. Análise e elaboração de artigos científicos. Seminários. Trabalhos individuais  e em grupo.

6 - AVALIAÇÃO:

Serão consideradas como itens de avaliação:a freqüência e a participação nas atividades individuais ou em equipes; a leitura dos textos; entrega pontual das atividades sobre temas abordados no programa, prova escrita e apresentação dos seminários.

 

Composição da Nota final (= a + b + c)

a) Participação em aula (leituras e discussão) e exercícios= 25%

b) Provas = 50%

   c) Elaboração de Artigo Cientifico = 25%

 

 Conforme a Resolução n. 017/Cun/97, de 30/09/97, é obrigatória a freqüência de 75%.

- No caso de falta  em dias de avaliação (prova ou trabalho), deverá ser encaminhada justificativa e pedido formal  à Chefia do Departamento, para realização de segunda chamada , no prazo de 3 dias úteis, conforme artigo 74 da resolução 017/CUN/97

 

 

CRONOGRAMA (Previsão)

Data

Conteúdo

   04.03

Apresentação da turma. Discussão do plano de aula. Distribuição das atividades.  Disseminação da informação: Contextualização da temática: Leitura e exercício  (CARVALHO,  SCHWARZELMULLER, 2006)

   11.03

Disseminação da informação: Contextualização da temática: origem, conceitos, principais características e objetivos.

Leitura  (GROGAN, 1995). (Cap. 1 e 2)

   18.03

Processo de Disseminação da Informação: Padrões de comunicação utilizados pelos usuários

Canais Formais; Canais Informais; Obstáculos à transferência de informação.

Leitura (GROGAN, 1995 - Cap.  2 e 3); (ARELLANO, 2001) Palestra

   25.03

Serviços e Produtos

Produtos de Informação

Qualidade em Serviços. Qualidade em Serviços de Informação.

Leitura e Resenha (AMARAL, 2005). (RADOS, VALERIM, BLATTMAN)

   01.04

Disseminação da Informação Estática: Atendimento ao usuário e Treinamento ao Usuário.

Leitura e atividade em equipe (MARCONDES, MENDONÇA, CARVALHO, 2005)

   08.04.

Disseminação da Informação Estática: Acesso ao Documento

(SOUTO,  2004)). (ALMEIDA JÚNIOR,2006)

   15.04

Disseminação da Informação Estática: Empréstimo

Apresentar Regulamento de Empréstimo em Bibliotecas

   22.04

Disseminação da Informação Estática: Comutação Bibliográfica

Palestra  no Laboratório de Informática

   29.04

Prova Escrita II

 

   06.05

Disseminação da Informação Estática: Reprografia e Serviço e Tradução

Discutir a Lei dos Direitos Autorais e questões de Reprografia

Apresentar a realidade sobre a Tradução em Bibliotecas Brasileiras.

   13.05

Disseminação Ativa: Disseminação Seletiva da Informação (origem, conceitos, importância)

Leitura (NOCETTI, 1980)

   20.05

Disseminação Seletiva da Informação: Serviços de Perguntas e Respostas

Leitura (BRASCHER, OLIVEIRA, 2004)  Laboratório de Informática Analisar  Serviço de Perguntas e respostas e

   27.05

Disseminação Seletiva da Informação: Serviços de análise da Informação

(Palestra)

   03.06

Prova Escrita II

   10.06

Organismos de disseminação da informação: redes e Sistemas Internacionais

Organismos de disseminação da informação: Redes Sistemas Nacionais: Livrarias e Editoras

(GUINCHAT, C.; MENOU, 1994)  Laboratório

   17.06

   24.06

Seminário /Apresentação do Artigo Cientifico- / Laboratório de Informática

   01.07

Recuperação

 

Nos dias assinalados  (•) as aulas serão ministradas  no Laboratório de Informática